Autor: Roberto Sousa

Process Manager

A liderança requer um perfil de humildade e assertividade capaz de assumir o comando quando necessário e delegando autoridade, sempre que possível. O gestor deve desenvolver as suas próprias habilidades e exercer uma liderança alicerçada em princípios. Se o fizer, certamente irá incentivar a lealdade da equipa, caso contrário nunca irá ganhar apoio. Esta é uma prática contínua que deve conduzir na forma como o gestor se comporta e molda o seu relacionamento com os outros.

O gestor opera sob um círculo de influência e raramente tem controlo directo sobre alguém em particular. Enquanto um executivo pode fazer exigências, o gestor não tem os mesmos poderes de comando. Muitos não conseguem compreender esse aspecto e exercem a gestão assumindo o papel de líder infalível, muitas vezes, inspirando forte resistência ou instigando relacionamentos tensos.

Para exercer influência, um bom gestor deve inspirar a lealdade por meio da:

  • Delegação de trabalho

A compreensão de quando delegar autoridade é um aspecto importante da liderança. O gestor deve conhecer os pontos fortes e as fraquezas da equipa. Este conhecimento permite uma correcta atribuiçãode tarefas e a tomada de decisões, melhorando a eficiência global. Distribuindo responsabilidade economiza em tempo e capacita toda a equipa. Para delegar é importante entender exactamente quando e para quem pode ser confiado este poder. Nem todos os elementos de uma equipa estão talhados para um papel de gestão, e alguns são mais felizes com a supervisão rigorosa do que com o livre arbítrio.

É de extrema importância manter o pulso na equipa e monitorar a mudança de papéis e habilidades. Para conhecer a capacidade da equipa, o gestor deve atribuir em primeiro lugar pequenas tarefas. Deverá ser pedido a cada membro da equipa que desenvolva um plano para a tarefa que lhe foi assignada, e de seguida executar, no final receberá a avaliação do seu desempenho. Consoante as melhorias deverá dar-se um acréscimo, na carga de tarefas e/ou na complexidade. A delegação de trabalho vai encorajar os membros da equipa a trabalhar em direcção ao objectivo, colocando a sua confiança no gestor. O gestor que faz tudo sozinho vai gerar desconfiança.

  • Manter a moral

O gestor não deve deixar espaço para sentimentos de corrupção. Para ser um grande líder, é importante que saiba reconhecer e que siga os seus princípios. Os membros da equipa irão respeitá-lo por honrar suas convicções. O gestor deve acreditar nos outros, e nas suas próprias acções, mesmo que ocorram erros, deve ser reconhecido que estes foram feitos com as melhores intenções e em prol do bem comum.

  • Comunicar de forma diferente

A comunicação estará sempre no topo da lista das qualidades vitais para uma gestão eficaz. O desenvolvimento do relacionamento com a equipa é fundamental, para isso os gestores devem trabalhar para expor suas verdadeiras personalidades ganhando assim a confiança de todos.

A comunicação eficaz não é alcançada por meio de e- mails curtos, incessantes exigências, ou interacções breves, os relacionamentos são desenvolvidos de orma lenta através da interacção de um comportamento honesto. Deve ser crítico e ouvir as sugestões e ideias da equipa, partilhando e valorizando o seu contributo.

  • Não negligencie o desenvolvimento pessoal

A função de gestor não é estática. É uma carreira em constante evolução que exige constante aprendizagem e actualização. Se a equipa ver o gestor mal informado, estes serão menos propensos a confiar no seu julgamento.

Existem recursos incríveis para promover as habilidades de gestão. Esses recursos não só vão tornar o trabalho do gestor mais fácil, como também irão demonstrar bastante competência. A saúde e bem-estar também podem desempenhar um importante papel no desempenho profissional (work experience). Os gestores não devem negligenciar o exercício, a alimentação saudável e o descanso. Com apenas uma ligeira mudança de estilo de vida, um gestor pode atingir enormes ganhos de energia, alcançar um melhor foco e uma visão mais positiva.

  • Liderar pelo Exemplo

O gestor não pode simplesmente "falar por falar", tem também de ter provas, caso contrário perderá toda a credibilidade. A forma mais eficaz de ganhar autoridade é ser um líder onde a equipa se reveja e queira ser seguidora. Seja pontual. Seja gentil e atencioso. Seja eficiente nas suas tarefas, justo e um exemplo.

É difícil navegar na função de gestor, mas com simples hábitos é possível melhorar as competências de persuasão e de influência para atingir resultados excelentes. Um gestor deve permanecer sempre consciente que a equipa é motivada por meio da paixão e só um líder tem a capacidade de inspirar.